domingo, 7 de junho de 2015

Fim de relacionamento

Uma das maiores dores que uma pessoa pode passar é o fim de um relacionamento.

Há duas situações possíveis:
-  Você não queria e/ou não esperava o fim deste relacionamento
- Você planejava este rompimento
O interessante é que mesmo quando uma pessoa deseja, planeja e tem a iniciativa do rompimento pode haver dor.
Até mesmo relacionamentos ruins podem deixar um certo “buraco” emocional. Talvez isso ocorra porque o ser humano foi feito para viver com outras pessoas. Mesmo relacionamentos ruins oferecem uma certa parceria, a possibilidade de contar com a outra pessoa em alguns momentos. E de toda forma o ser humano é feito de rotinas. Chegar em casa e encontrar sempre a aquela  pessoa, ou final de semana receber sempre aquela ligação , que mesmo que não seja a pessoa ideal, ainda assim há um certo sentimento de “aconchego”. Perder esta pessoa pode ser doloroso, por incrível que pareça.
Mas o grande sofrimento acontece quando não esperamos e não desejamos o rompimento pois amamos esta pessoa e não conseguimos nos imaginar longe dela. Algumas vezes acontece de surpresa – não havia sinais de insatisfação por parte da outra pessoa, ou porque ele tomou esta decisão repentinamente ou porque não tinha habilidades para ir colocando suas insatisfações.

Porque relacionamentos acabam?

Algumas vezes o sentimento simplesmente vai se esvaindo, a rotina pode ser reconfortante para alguns mas para outros pode ir deixando lacunas que um dia se percebem enormes.
Algumas vezes um manifesta comportamentos, que parecem coisas pequenas, os quais o outro não aprova mas apesar de algumas conversas não houve interesse em mudança – talvez acreditasse que a reclamação do outro não seria suficiente para acabar com o relacionamento.
As vezes a causa é algo  grande, como uma traição por exemplo. Muitos não superam o fato de serem traídos, por mais que o outro garanta que não houve grandes envolvimentos e nem continuidade.
Muitas vezes os relacionamentos são rompidos porque ao conhecermos a outra pessoa, pouco a pouco percebemos que aquela impressão inicial não corresponde a realidade da personalidade do parceiro. Algumas pessoas se esforçam por parecerem interessantes no inicio do relacionamento mas aos pouco percebemos que tratava-se apenas de uma forma como ele gostaria de ser e não de como ele é de verdade.

Como superar a dor do fim de um relacionamento

Esta é a receita que todos querem, e se existe uma palavra que eu possa dar a todas as pessoas que procuram conforto neste momento tão difícil seria: Reconstrua-se. Aproveite a vivencia, mesmo que este rompimento  não tenha sido sua escolha, e use este turbilhão emocional como informações que você está tendo a seu próprio respeito. Com certeza você está aprendendo muito sobre si mesmo, talvez esteja tendo reações que nunca imaginou que seria de seu feitio. Talvez esteja tendo pensamentos e comportamentos que o faz não reconhecer a si mesmo. Mas saiba, que tudo isso pode ser usado a seu próprio favor. Você pode crescer e sair renovado (a).
Caso sinta que precisa de uma mão, alguém para estar junto e usar todo o conhecimento sobre a dor humana para que você passe por este momento e renasça uma pessoa melhor ainda, conte com o psicólogo.

quarta-feira, 13 de maio de 2015

Os homens jogam

"Homem é um ser básico. Complexas são as mulheres. Pense em homens como sendo pessoas apenas com duas cores: ou eles mostram o lado white ou mostram o lado black. Já mulher é colorida, mulher tem nuance, mulher tem tom, mulher acorda amarela e no meio do dia vira rosa, fica vermelha no entardecer e anoitece azulada. Mulher tem várias dentro dela, mulher é que é difícil de entender. Homem é fácil, superfácil. Mulher pode ter qualquer reação inesperada, as mulheres são loucas, amigas, um homem nunca sabe ao certo o que esperar dela.
Eu não tenho medo de homem, eu tenho medo é de mulher, até mesmo porque fazemos coisas absurdas e históricas em nome de amor e de um homem. Mulher tem fórmula secreta indecifrável, já os homens são quase todos parecidos. E digo isso sem interrogações de espécie alguma. É que a essência que os forma modela a maior parte de todos eles.
Pense comigo em homem como se fosse uma árvore. A raiz dele é enorme, todos os homens têm a mesma raiz e é basicamente a raiz que os forma. Depois é que vem o caule, sendo uns fracos e outros fortes, e depois a copa, com alguns dando frutos bons e outros dando frutos estragados. E só isso é um homem, é bem assim a explicação, básica, direta e bem clara.
Eu digo que mulher tem a raiz igual, da mesma forma que o homem, claro, porque as mulheres são iguais em essência. Mas a raiz não é a maior parte, e então vêm as variações de tipos de caule, com frutos de todas as espécies, flores e espinhos por todo lado; mulher é mata amazônica completa, com inúmeras flores exóticas e plantas ainda desconhecidas, tudo em uma única árvore.
Então, amiga, não é você que tem problemas em entender o outro lado, complicado é ele entender a sua complexa mente e suas atitudes inesperadas, ainda mais agora que você está com este livro em suas mãos para ajudá-la a decifrá-los. Difícil é você também se entender, mas a partir de agora os homens serão desvendados para você, além disso, vou apresentar um pouquinho mais de você para você mesma.
E você deve estar aí se perguntando que: se eles são tão fáceis assim de serem compreendidos e nós, mulheres, somos tão complexas, por que os homens sabem como “conquistar” as mulheres e elas nem sequer conseguem entender os homens?
É porque eles jogam, amiga. OS HOMENS JOGAM. E jogam baseados naquela pequena raiz que é igual, em essência, para todas as mulheres, e somente baseados nessa pequena raiz é que eles conseguem montar estratégias e fazer jogadas fenomenais.
E a raiz inerente a todas nós, mesmo naquelas mulheres que se parecem com homens e demonstram ser racionais, é o romantismo e a busca pelo príncipe encantado. No fundo toda mulher quer viver um grande amor. Acredite, Dilma Rousseff, Hillary Clinton, Cristina Kirchner ou qualquer outra mulher poderosa têm isso dentro de si, nem que seja lá no fundo. E os homens sabem muito bem disso! Mulher vive de alimentar sonhos.
E aquela grande raiz inerente a todos os homens, sendo eles bons ou maus, é o seu ego. Homem quer conquistar (seja um título, seja mulher, seja objetivo, carro, emprego ou mesmo o mundo) e quer mostrar para si, e se der para os amigos também, que ele pode conseguir e ter o que deseja.
Homem vive de alimentar ego. E acredite, Padre Marcelo Rossi também é assim.
Entenda que, enquanto você quer ser a Cinderela, ele não está nem aí.
Concluindo: seu príncipe encantado não existe e dificilmente irá querer a Cinderela. No final da história, o sonho dele é conquistar a Juliana Paes, porque ela é um objetivo alto demais.
A maioria das mulheres não sabe disso, e por isso não sabe como agir com os homens. A mulher dificilmente joga, porque geralmente ela entra de cabeça, se apaixona, quer dar tudo de si, fazer a entrega do amor e demonstrar seus sentimentos. Mulher já quer deixar tudo definido, pegar o título de namorada e, se der, casar para garantir a vaga! E, na ânsia de querer tudo, ela quase sempre coloca o início do relacionamento a perder. É como falei, uma mulher apaixonada consegue ser menos inteligente que os homens.
E os homens só se saem melhor nos jogos de relacionamento porque demoram mais tempo do que as mulheres para se apaixonar, porque não estão tão desesperados assim para garantir a vaga e também porque veem tudo de forma mais clara, menos fantasiosa e, portanto, conseguem captar a intensidade da entrega da mulher e, com isso, jogar mais ainda. Por demorar mais tempo para se apaixonar, ele consegue pensar melhor.
Ter a certeza de que a mulher se entregou faz com que ele se sinta seguro e com a sensação de que o objetivo foi alcançado, e muitas vezes sem que ele tenha feito muito esforço."

segunda-feira, 16 de março de 2015

Nenhuma aliança vai segurar qualquer relacionamento

Aliás, a aliança, muitas vezes, é mais um símbolo de ego, do que amor. Mais um símbolo de status, do que companheirismo. Se é um sonho ou uma realização pessoal, ótimo - cada um decide como celebrar seus sentimentos. Mas nunca deixe o óbvio de lado

1. Respeito Mútuo
 
Não deixar que a intimidade extrapole o limite do respeito é um dos maiores desafios das relações a dois. Respeitar o outro enquanto ser humano é, sem dúvida, o primeiro passo para construir uma vida ao seu lado.

2. Simplicidade
 
Muitos não acreditam, mas o amor não é nada pomposo. Enquanto nos ocupamos em preparar festas, alianças, vestidos brancos, presentes caros e jantares sofisticados à luz de vela, há uma vida belíssima nos esperando lá fora.

Relacionamentos saudáveis têm nos momentos mais simples os mais inesquecíveis. Casais bem resolvidos não precisam de cruzeiros, reservas em restaurantes e grandes comemorações. Conseguem celebrar o amor nos mares do Caribe ou no boteco da esquina, são felizes em Paris ou na cama assistindo Netflix. O amor é simples como a vida. 

3. Bom-Humor
 
Acredito piamente que uma pitada de bom-humor é capaz de salvar vidas. Dê um bom dia bem humorado ao taxista e ele lhe será solícito. Seja cordial com uma atendente de banco e ela lhe ajudará sem nenhum interesse - pura e simplesmente porque o bom humor é um grande facilitador.

Nas relações a dois ele é igualmente indispensável. É preciso encarar os estressas da vida conjugal com leveza. Um sorriso matinal não custa nada e pode mudar o dia de quem você ama!

4. Sinceridade
 
Pequenas mentiras são capazes de ceifar até mesmo os grandes amores. E, em relações de longa data, são facilmente decifráveis - porque não dá pra mentir pra quem te conhece.

A hipocrisia é o câncer das relações modernas. É preciso dizer que você sente desejo por outras mulheres ou que talvez ele precise de uma dieta. A sinceridade nas coisas simples gera uma confiança tão incondicional que nos faz capazes de acreditar até nas verdades menos críveis.

5. Sonhos em comum
 
Não dá pra caminhar de mãos dadas em estradas opostas. É preciso ser franco - e, de preferência, a tempo - sobre os planos de cada um.

Se você pensa em vender artesanato na praia, você provavelmente não poderá dividir uma vida com alguém que pretende administrar uma grande empresa. O amor tem questões práticas e nada românticas que eventulamente precisam ser consideradas.

sexta-feira, 13 de março de 2015

Luan Santana - Escreve aí - "DVD Luan Santana Acústico" (Vídeo Oficial)

Vantagens em namorar mulher mais velha

Elas não perdem tempo com frescura, não estão de olho na sua carteira e só discutem o relacionamento quando é necessário.


As mulheres mais velhas já passaram da fase de sentir vergonha ou não saber o que querem na cama. Elas sabem como rebolar, como chupar e como realizar os seus maiores fetiches.

A vida de um homem com idade na casa dos vinte e poucos anos é muito complicada. Ele não é mais um adolescente, tão pouco é um adulto. Ele quer aproveitar todos os prazeres que a vida pode oferecer, mas não sabe qual o caminho percorrer para viver essas experiências. Ele quer transar com todas as mulheres gostosas que passam em sua frente, mas sua experiência sexual não acompanha tal vontade. 

Por essa falta de experiência, os homem normalmente procuram mulheres para beijar, transar e namorar nas baladas da moda, onde as que mais chamam sua atenção são as mais novas, gostosas, bonitas e vestindo saias da largura de um cinto. Não é por acaso que na hora H aquela gostosa se revela uma fresca na cama ou aquela menina linda mostra que não sabe conversar sobre nada além de roupas, séries de TV, shows de música e academia. Se relacionar com mulheres desse tipo é pura perda de tempo, já que todo homem que se preze procura uma mulher que não seja fresca, que tenha atitude na cama, que seja independente, que corra atrás de seus sonhos e que não tenha interesse por uma carteira recheada. 

Para os homens pararem de perder tempo em sua vida amorosa e sexual existe um caminho: Se relacionar com mulheres mais velhas. Para facilitar o entendimento dos machos de plantão que preferem sair com menininhas, listamos as principais vantagens que um homem tem com esse tipo de relação.

Namorar uma mulher com a cabeça de 30 em um corpo de 20.
A medicina estética e os exercícios de academia evoluíram muito nos últimos anos, fazendo mulheres de 35 roubarem a cena de garotas de 20.

Ter uma mulher com opinião própria.
Nada é pior do que mulher que não têm opinião, que nunca têm sugestões de lugares para sair, que nunca desenvolve ideias novas e que nunca questiona as coisas erradas que a sociedade acha normal. Mulheres mais velhas já desenvolveram sua opinião, fazendo o namoro ser muito mais interessante.


Fazer sexo de verdade.
As mulheres mais velhas já passaram da fase de sentir vergonha ou não saber o que querem na cama. Elas sabem como rebolar, como chupar e como realizar os seus maiores fetiches. O homem atinge um nível de prazer no sexo que nenhuma modelinho gostosa de 20 anos poderia proporcionar.
 
Ter uma conselheira exclusiva.
Por causa da experiência de vida, a mulher mais velha sempre terá conselhos bem fundamentados sobre questões profissionais e pessoais.

Aprender mais do que ensinar.
Em um namoro entre duas pessoas da mesma idade a troca de aprendizados é equilibrada, já que os dois ensinam e aprendem na mesma proporção. Namorando uma mulher mais velha, o homem aprende muito mais do que ensina, se transformando em uma pessoa melhor em menos tempo.

Discutir o relacionamento só quando for realmente necessário.
Mulheres gostam de discutir o relacionamento por natureza, mas as mais jovens o fazem por qualquer motivo, enchendo o saco até dos homens mais pacientes. As mulheres mais velhas só querem discutir o relacionamento quando realmente é preciso, para o bem do namoro.

Diminuir a probabilidade de ser traído.
As mulheres mais novas estão sempre querendo viver novas experiências, mesmo se essas experiências claramente não mostrarem futuro. Uma mulher mais velha só vai trair se o relacionamento estiver ruim ou se ela conhecer um homem mais interessante que o atual. 
Ter ao seu lado uma mulher que não está de olho em sua carteira.
As mulheres mais velhas já conquistaram uma boa posição profissional e como consequência, um bom salário. Elas possuem sua própria casa, seu próprio carro e bancam todos os mimos que uma mulher merece. O que interessa em um homem para elas é se ele é carinhoso, humilde, atencioso e se manda bem na cama.

Parar de peder tempo com frescuras.
É normal os homens encontrarem por aí mulheres que não podem tomar chuva no cabelo, que se não estiverem com a unha feita não saem de casa, que não saem para se divertir em qualquer lugar e que para transar precisam estar com aquela calcinha de duzentos reais. As mulheres mais velhas já transcenderam essas frescuras, tornando o dia-a-dia do namoro muito mais gostoso e leve.

terça-feira, 6 de janeiro de 2009

ARRITIMIA CARDÍACA

O que é arritmia cardíaca? Arritmia cardíaca é um problema na velocidade ou ritmo do batimento cardíaco. Durante uma arritmia o coração pode bater muito rápido, muito devagar, ou com ritmo irregular. Batimento cardíaco muito rápido é chamado de taquicardia, enquanto muito devagar chama-se bradicardia. A maioria das arritmias não causa danos, porém algumas podem ser sérias ou até precisar de tratamento para toda a vida. Com arritmia cardíaca o coração pode não ser capaz de bombear sangue suficiente para o corpo, o que pode danificar o cérebro, coração e outros órgãos.

Causas da arritmia cardíaca: Arritmia pode ocorrer quando os sinais elétricos que controlam os batimentos cardíacos ficam atrasados ou bloqueados. Isso pode acontecer quando as células nervosas especiais que produzem o sinal elétrico não funcionam apropriadamente, ou quando os sinais elétricos não viajam normalmente pelo coração. Uma arritmia também pode ocorrer quando outra parte do coração começa a produzir sinais elétricos, adicionando aos sinais das células nervosas especiais, e alterando o batimento cardíaco normal.Estresse, fumo, grande ingestão de álcool, exercício físico muito forte, uso de certas drogas (como cocaína e anfetaminas), uso de alguns medicamentos, e muita cafeína podem ocasionar arritmia em algumas pessoas. Um ataque cardíaco, ou outras condições que danificam o sistema elétrico do coração, também podem causar arritmia. Essas condições incluem pressão alta, doença da artéria coronária, insuficiência cardíaca, hipotireoidismo, hipertiroidismo, e doença reumática do coração. Para algumas arritmias, como a síndrome Wolff-Parkinson-White, o defeito cardíaco que causa a arritmia está presente no nascimento (congênito). Algumas vezes a causa de uma arritmia não pode ser encontrada.

Sintomas da arritmia cardíaca:

Muitas arritmias não ocasionam nenhum sinal ou sintoma. Quando os sinais e sintomas estão presentes, os mais comuns são:
* Palpitações cardíacas (sensação de que o coração pulou uma batida ou está batendo muito forte).
* Batimento cardíaco lento.
* Batimento cardíaco irregular.
* Sensação de pausa entre os batimentos cardíacos.

Sintomas e sinais mais sérios incluem:
* Ansiedade.
* Fraqueza.
* Tonteira e dor de cabeça leve.
* Transpiração.
* Falta de fôlego.
* Dor no peito.

Tratamento de arritimias

Os tratamentos mais comuns para arritmias incluem remédios, procedimentos médicos e cirurgia. O tratamento é necessário quando a arritimia causa sintomas sérios como tonteira, dor no peito e desmaio, ou quando ela aumenta a probabilidade de desenvolver complicações como insuficiência cardíaca ou ataque cardíaco súbito.

quarta-feira, 12 de novembro de 2008

O QUE É CAFONA

Cafona: Ridículo, feio, antiquado. A pessoa quer ser chique. Cafona é quando você usa algo que realmente não tem nada a ver com o que era o esperado. É uma gafe modística. Creio q brega é aquele, q faz pra se divertir e o cafona é aquele q acha q aquilo é um estilo de vida criado por ele e q deve até ter adeptos... Brega e cafona são a mesma coisa. Cafona é uma gíria mais antiga, foi praticamente substituída por "brega", como acontece com a maioria das gírias, que constantemente são atualizadas.+ Brega, no modo simples de falar, com origem nordestina, significa "lupanar", "prostíbulo". Também tem a acepção de "deselegante", "cafona" ou "foleiro", em uma clara referência ao estilo de seus freqüentadores.
Na música popular brasileira, ou MPB, designa, finalmente, um gênero musical de cunho popular ou determina ainda a arte de pouco refinamento ou de pouca qualidade. A denominação, originalmente de cunho pejorativo e discriminatório, foi entretanto sendo incorporado e assumido, perdendo com o tempo esta acepção. Você é brega ou cafona?Ókei. Polêmico. Calma bem, é só um ponto de vista meu de minha pessoa tipo eu mesma, sabe? Outro dia me revirei na cama (sem pensar em baxarias, safadeenho)...me revirei na cama com uma dúvida....sabe aquelas dúvidas que tiram nosso sono e consomem nossa competência? A diferença entre (o charme e o fuuunk?...hahah lembra?) ...não, num é isso.....a diferença entre o BREGA E O CAFONA. Há de existir...Algum filósofo EVER estudou sobre isso? Algum psicólogo algum dia levantou este assunto em sua tese de doutorado??? Eu sei...é tenso. Mas eu tiiiiro sua tensão... Bom...invoquei o Deus Google (Images). Fui lá e botei a palavra BREGA. Primeiríssima foto que apareceu foi do FALCÃO! O Ninja, o Rei, o ****, o que NOT DOG é !! Demais....e ele se diz brega, certo? Outros exemplos que pessoas que assumem a breguisse e que são DEMAIS: Wander Wildner (na atual carreira solo), Sidney Magal, Rosa e Rosinha (lembra hahaha), As Marcianas (Vô te amarrá na minha caaaamaaaa), o He-Man, o Giraya, a Patrine, Super Vicky, Cavalo de Fogo, e por aí vai....ok, esses últimos não assumiram a breguisse na época, mas hoje devem olhar e dizer "uau, we were really bregas, right?", e são DEMAIS anyway.
Agora o cafona....tá....joguei no Google e...bom, foi meio confuso....apareceram imagens de festas bregas, que, na verdade, deram o nome de "cafonas", apareceu fotos de pessoas normais, e...AHAAAANNN...pessoas normaaaais....cuidado...você pode ser cafona E NÃO SABE!!! Aí já matei minha tese....a pessoa ou coisa, é brega quando ela quer ser, ou quando, apesar de REDÍEEECOLO, mesmo assim continua legal, divertido... tipo VERY NICE & FUN..........a pessoa ou coisa CAFONA, ela TENTA ou ACHA que tá parecendo bonita, chic, sexy ou legal, MAS NÃO ESTÁ.....está cafoooona.....o cafona, é involuntário....vc as vezes faz o possível pra parecer COOL, mas na verdade está cafona....o cafona, é o "tentei ser legal, mas num rolou, tô redieeecolo, e só EU num percebo...".... sabe? Tipo.....aquela sua tia que até hoje usa OMBREIRA...OH GOAAAD.....ou aquela sua amiga que se acha A LINDA de bota de camurça e cinto caramelo indo pra balada, ou sua irmã que ciiiiisma em usar o brinco turquesa com tiara de pano TAMBÉM azul turquesa, ou seu namorado, que gosta de passar um gelzão bozzano no cabelo pra deixar ele espetadinho??A Praça é Nossa?? Zorra Total?? Tipo....hello??? Ca-fo-ni-nha ??? Wake up and smell the coffee! Tu é zuado, meu bem !Eu por exemplo, uso a palavra "cafoninha" mas pra designar até amigas queridas....é que É DE FATO uma palavra expressiva...gosto do jeito que ela soa....CA-FO-NA....ela tem um quê de glamour..... massss...é a mesma coisa, amigas se xingarem com carinho....tipo "ow sua vaquinha, saudades de você!" , ou "Mas tu é uma galinha mesmo né, por isso que te amo"......nessa entonação, a uso como palavra positiva, massss, CUIDADO, ser cafona é ser ridículo e não saber. Significa que você precisa de mudanças!! E por concluída se faz minha tese.....Ufa. Agora eu durmo, e sua vida mudou, fala aí? Na minha opinião é um sujeito que faz a própria moda. Se ele acha bacana algo ele usa. Ao contrario das "marias-vai-com-as-outras" que em pleno inverno no sul, usam as costas de fora.....Falcão é um sujeito genial e é brega....Zé do caixão também... Marcos Pontes nem se fala .... ( todo mundo de terno e ele de macacão ) E tantos outros que são brega por ai, e vivem bem, muito obrigado. Cafona é uma pessoa desprovida de bom gosto, ou seja, dotada de mau gosto sendo este principalmente devido ao seu vestuário e situações corriqueiras da vida (não sabendo se portar, sendo cafajeste).

Na verdade cafona são aquelas pessoas JECA QUE SIGNIFICA: CAIPIRA, MATUTO, SERTANEJO, são pessoas que não sabe se comportar, que não sabem o que é roupa de qualidade, são pessoas que tem pregiça: Pouca disposição para o trabalho; aversão ao trabalho; inação, mandriice. 2. Demora ou lentidão em fazer qualquer coisa; indolência, moleza; morosidade, negligência.

Antes de falar sealguém é cafona, pare, pense e o principal se olhe no espelho.